Email: geral@afp.com.pt Tel: 222 089 160 *

SRSRA-OF visita Instituições de Ensino Superior com Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas – Notícias

A
Direção Regional do Sul e Regiões Autónomas da Ordem dos Farmacêuticos (DRSRA-OF)
visitou as Instituições de Ensino Superior (IES), da sua área de jurisdição,
que ministram o Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas (MICF). Esta iniciativa, inserida no projeto OFUTURO,
pretende promover estratégias conjuntas de aproximação da SRSRA-OF às IES e aos
docentes.

Para
Manuel Talhinhas e para Cátia Caneiras, Vogais da Direção Regional do Sul e
Regiões Autónomas da Ordem dos Farmacêuticos, “estas visitas permitem-nos
partilhar opiniões, ideias, desafios relativamente ao ensino farmacêutico e
discutir oportunidades de colaboração entre as entidades, que visam a formação
e o desenvolvimento profissional dos farmacêuticos.”.

Através
do projeto OFUTURO desenvolvido sob o mote “Envolver e Capacitar as Gerações Futuras”,
têm-se criado diversas iniciativas que promovem a aproximação das gerações mais
jovens à profissão e que possibilitam um maior envolvimento dos docentes e das
IES nos desígnios da entidade reguladora da profissão farmacêutica.

Para
Luís Lourenço, Presidente da Direção Regional do Sul e Regiões Autónomas da
Ordem dos Farmacêuticos, “Esta iniciativa permitiu reforçar a excelente ligação
com o corpo docente e as instituições do Ensino Superior, da área de jurisdição
da Seção Regional, que formam os futuros farmacêuticos. O Mestrado Integrado em
Ciências Farmacêuticas faculta a base de conhecimentos que permite aos
farmacêuticos estarem preparados para as exigências do mercado de trabalho.” E
acrescenta: “Um Ensino Superior que acompanhe a evolução da profissão é
fundamental para a qualidade e diferenciação dos futuros profissionais.”.

No
decurso da iniciativa foram visitadas pela DRSRA-OF, Instituições como a Escola
de Ciências e Tecnologias da Saúde da Universidade Lusófona, a Faculdade de Farmácia
da Universidade de Lisboa, a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade
do Algarve e o Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz.

Link da fonte

Scroll to Top