Email: geral@afp.com.pt Tel: 222 089 160 *

Perguntas Frequentes

Sim. A AFP tem um protocolo com o Banco Santander que permite aos seus associados utilizarem o produto factoring, com condições especiais. Nestes casos, as farmácias podem escolher o dia em que pretendem receber o pagamento adiantado da fatura da ARS.

Sim. A farmácia informa a respetiva ARS sobre qual a conta bancária para onde deve realizar a transferência.

Sim. Apesar de terem o mesmo contribuinte, a gestão pode ser independente.

Tipicamente, as farmácias recebem no dia 10 de cada mês.

Não. Os associados da AFP podem escolher qualquer um dos softwares disponíveis no mercado, optando por aquele que considerem ser o mais adequado às suas necessidades e objetivos.

Sim. a AFP estabelece ativamente protocolos com diversas entidades no âmbito da comparticipação de medicamentos, assegurando assim o acesso equitativo dos cidadãos às farmácias, independentemente da associação a que pertencem.

No âmbito do acordo estabelecido com cada entidade, a AFP adianta o pagamento da faturação mensal através de transferência bancária. Esta tem lugar no último dia útil do mês subsequente àquele a que o receituário diz respeito.

Sim. A AFP criou uma plataforma intitulada AFPConnect. Trata-se de um serviço integrado e automático de troca de informação entre as farmácias, os subsistemas de saúde e/ou entidades públicas. Esta ferramenta é disponibilizada gratuitamente aos associados da AFP e permite a validação online dos cartões dos sócios/beneficiários dos subsistemas de saúde, bem como o envio da fatura eletrónica mensal, através do sistema informático utilizado pela farmácia. Ao utilizar a AFPConnect, as farmácias conseguem agilizar o processo de faturação que se torna assim mais prático, rápido e eficaz.

Sim. A AFP está presente e representada, participando ativamente nas reuniões relacionadas com projetos ou protocolos financiados por entidades públicas. Colaboramos em todos os programas de interesse nacional. Estamos representadas em todo o território e temos construído uma relação de proximidade e confiança com a população das nossas áreas de referência o que é naturalmente determinante para o sucesso destes projetos.

Sim. A AFP criou, por exemplo, o projeto “Seringas só no agulhão” e é parceira da APDES no projeto piloto APPTOTEST, que disponibiliza autotestes VIH gratuitos à população.

A quota mensal única e fixa que a AFP estabelece aos associados é de 180 euros.

A comunicação com as farmácias associadas é muito importante para a Associação de Farmácias de Portugal. Regularmente, divulgamos circulares internas sobre temas atuais e importantes do setor, nomeadamente no que diz respeito à legislação em vigor.
De uma forma geral, a comunicação é realizada por email e disponibilizada na área reservada ao sócio deste site. A área de arquivo reúne também a informação mais relevante para este mercado
A AFP disponibiliza ainda uma linha telefónica direta para esclarecimento de possíveis dúvidas.

O apoio jurídico é um serviço disponibilizado gratuitamente aos associados,. Mediado pelos nossos serviços administrativos, presta todos os esclarecimentos de índole jurídica que, a cada momento, sejam necessários.

A formação constitui uma ferramenta essencial ao sucesso e longevidade das farmácias. A atualização e consolidação dos conhecimentos nas equipas é um fator determinante de boas práticas e de motivação.
Nesse sentido, anualmente, a AFP estabelece parcerias com diferentes entidades formadoras com o objetivo de proporcionar aos seus associados um desenvolvimento formativo continuo e em diferentes áreas de conhecimento. As formações podem ser ministradas em formato webinar, e-learning, b-learning ou presencial. O seu acesso é gratuito ou a preços reduzidos para sócios.

Os serviços são: tratamento (envio e liquidação) de receituário de subsistemas; apoio jurídico; divulgação regular de informação; ações de formação para os associados; acesso à plataforma AFPConnect e acesso à área reservada do site.

A jóia tem o valor único de 350 euros e a quota de 180 euros mensais.

A AFP presta um serviço de proximidade aos seus associados. A nossa equipa está sempre disponível para ouvir e responder aos associados, esclarecer possíveis dúvidas e considerar as suas sugestões de melhoria nas nossas práticas.

Consciente da importância de contribuir para o desenvolvimento sustentável e para o bem-estar da comunidade em geral, a AFP procura incluir nas suas parcerias/projetos esta premissa. Exemplos disso são os projetos “Seringas Só no Agulhão”, APPTOTEST, plataforma AFPConnect e Programa abem: Rede Solidária do Medicamento, promovido pela Associação Dignitude.

 

Implementado pela Associação de Farmácias de Portugal, o projeto “Seringas Só No Agulhão” tem como objetivo oferecer uma resposta acessível, eficaz e sustentável à necessidade de recolher os mais de 250 milhões de corto-perfurantes utilizados, anualmente, pelos cidadãos que tomam medicamentos injetáveis, nomeadamente os cidadãos diabéticos, em contexto ambulatório.

 

A Associação disponibiliza assim um contentor reutilizável de 30 litros – o Agulhão –, onde todos os utentes podem colocar as suas seringas e agulhas depois de utilizadas, sendo estas posteriormente recolhidas por empresas especializadas no tratamento destes resíduos.

 

Por outro lado, a APPTTEST é uma aplicação móvel, desenvolvida pela Agência Piaget para o Desenvolvimento (APDES), com a AFP como entidade parceira, que pretende complementar as estratégias de rastreio tradicionais para o VIH-SIDA, ampliando a oferta de dispositivos de autotestes disponíveis para a população. O objetivo é promover a literacia e o rastreio do VIH que continua associado um grande estigma.

 

A plataforma eletrónica AFPConnect é uma ferramenta disponibilizada gratuitamente aos associados da AFP e que permite a validação online dos cartões dos sócios/beneficiários dos subsistemas de saúde, bem como o envio da fatura eletrónica mensal, através do sistema informático utilizado pela farmácia. Esta aplicação oferece maior eficiência operacional e facilita o acesso à informação, permitindo não só reduzir o consumo de recursos naturais, mas também minimizar a geração de resíduos físicos.

 

Por último, a Associação de Farmácias de Portugal integra o Programa abem: Rede Solidária do Medicamento desde 2017. A iniciativa tem com a missão garantir que todos têm acesso aos medicamentos de que necessitam, independentemente da sua capacidade financeira. A cada beneficiário é atribuído um cartão que permite aceder aos medicamentos prescritos em qualquer farmácia do país.

Scroll to Top