Email: geral@afp.com.pt Tel: 222 089 160 *

Plano de Contingência para a Farmácia Hospitalar – Notícias

O documento constitui um importante contributo para a organização das equipas afetas à farmácia hospitalar, procurando antecipar impactos na rotina diária e ensaiar protocolos de atuação.

As orientações não têm caracter normativo, devendo ser adaptadas à realidade de cada instituição e ao evoluir natural da situação epidemiológica.

Ao longo do documento são descritas ações relacionadas com a gestão de recursos humanos, formação e informação à equipa, atividades de farmácia clínica, bem como a seleção, aquisição, produção, distribuição de medicamentos e produtos de saúde, incluindo o circuito experimental e situações específicas no âmbito dos estupefacientes, psicotrópicos, benzodiazepinas e hemoderivados.

O Plano de Contingência visa, em última instância, assegurar a terapêutica medicamentosa a um elevado número de doentes com critérios de qualidade, eficácia e segurança, fomentando o trabalho em equipas transdisciplinares.

O CCEFH-OF reconhece que o documento pode não abarcar “todas as situações que irão surgir no desenrolar da atual pandemia. […] não seria possível estabelecer um conjunto de procedimentos ou etapas adaptativas que conseguissem prever toda a panóplia de circunstâncias que certamente nos vão surgir, ainda para mais no que são, já de base, as heterogéneas realidades dos vários serviços farmacêuticos”, pode ler-se no preâmbulo do documento.

“Os farmacêuticos hospitalares saberão, a cada momento, interpretar os cenários que se vão suceder”, diz o CCEFH-OF no preâmbulo do documento. “Contra a incerteza dos próximos tempos, as nossas melhores armas serão a nossa resiliência e capacidade de abnegação, na certeza de que estaremos todos unidos e disponíveis para em conjunto encontrarmos o melhor caminho”, conclui.

Clique para aceder ao Plano de Contingência da Farmácia Hospitalar.

Link da fonte

Scroll to Top