Email: geral@afp.com.pt Tel: 222 089 160 *

PGEU destaca potencial do Folheto Informativo Eletrónico – Notícias




O Grupo Farmacêutico da União Europeia (PGEU) publicou um conjunto de recomendações sobre o Folheto Informativo Eletrónico, aprovadas na Assembleia Geral realizada este mês de maio. Os farmacêuticos comunitários europeus estão empenhados em contribuir para uma implementação adequada e atempada na sua prática profissional.

O PGEU apoia o uso de Folhetos Informativos Eletrónicos como uma ferramenta complementar aos atuais folhetos impressos e colocados nas embalagens de medicamentos, que atendem à necessidade primordial de acesso imediato e igualitário às informações cruciais para minimizar os riscos na toma dos medicamentos, independentemente do equipamento e da facilidade com a tecnologia.

 

Como ferramenta complementar, o Folheto Informativo Eletrónico podem aumentar o acesso dos cidadãos a informações objetivas e neutras sobre produtos farmacêuticos, melhorando a confiança e a literacia.

 

Devido ao seu formato e design semiestruturado e acessível, responde também a necessidades específicas de grupos de utentes, como os que apresentam algum grau de deficiência visual e baixos níveis de alfabetização. 

 

Outra característica promissora é o seu potencial para integração em sistemas eletrónicos de saúde, como registos eletrónicos de saúde e sistemas de prescrição eletrónica.

 

Para os farmacêuticos comunitários europeus, o novo folheto deve ser usado apenas para prestar informações sobre medicamentos aprovados pelas autoridades reguladoras e desprovido de quaisquer informações promocionais.

 

Para o efeito, torna-se necessário garantir que as aplicações desenvolvidas por terceiros não armazenam informação pessoal relacionada com o acesso ao folheto de um medicamento específico. 

 

Para o PGEU, os cidadãos devem ser apenas encaminhados para fontes fidedignas e oficiais como a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) e as autoridades nacionais competentes.

 

Os farmacêuticos comunitários comprometem-se a dar continuidade ao seu importante papel de informações abrangentes sobre medicamentos aos utentes, para além da implementação do ePI na sua prática profissional. 

 

O documento produzido pelo PGEU destaca várias iniciativas bem-sucedidas que as organizações farmacêuticas em toda a Europa desenvolveram para complementar o folheto informativo, e descreve vários serviços profissionais que os farmacêuticos comunitários fornecem para melhorar o uso de medicamentos através do aumento da alfabetização.

 

Clique para consultar o documento sobre o Folheto Informativo Eletrónico.

Link da fonte

Scroll to Top