Email: geral@afp.com.pt Tel: 222 089 160 *

Ordem estreita relações com sector da Distribuição Farmacêutica – Notícias


O bastonário da Ordem dos Farmacêuticos (OF), Helder Mota Filipe, visitou hoje o armazém de distribuição de medicamentos da Botelho & Rodrigues, em Carnaxide, nos arredores de Lisboa, numa manhã dedicada à Distribuição Farmacêutica que o levou também à sede da ADIFA – Associação de Distribuidores Farmacêuticos, em Oeiras. “A distribuição farmacêutica tem vindo a garantir um serviço essencial ao país, sobretudo em períodos de crise e em emergências de saúde pública, como são os casos da COVID-19 e da guerra na Ucrânia”, destacou o representante dos farmacêuticos. Para o bastonário, a elevada complexidade desta atividade, justificam um debate interno sobre o seu desenvolvimento como especialidade farmacêutica.

A primeira ronda do bastonário da OF pelo setor da Distribuição
Farmacêutica iniciou-se com uma reunião na ADIFA, onde foi recebido pelo
presidente da associação, Nuno Flora. Os dois responsáveis analisaram o papel
fundamental dos distribuidores no circuito do medicamento.

“O reconhecimento do serviço de interesse público desta
atividade por parte do representante máximo dos farmacêuticos em Portugal é
para nós da maior importância”, destacou o presidente da ADIFA, salientando o
esforço das empresas representadas para “continuar a assegurar diariamente o
fornecimento atempado e adequado de medicamentos e outras tecnologias de saúde
em qualquer região do território nacional”, sobretudo num quadro de crise de
saúde pública, a que se soma agora uma crise energética.

O bastonário realçou também a capacidade de adaptação do
setor a estas novas realidades, desenvolvendo “mecanismos para assegurar o
abastecimento regular do mercado português, minimizando ruturas e evidenciando
uma robustez assinalável”, acrescentou.

Em análise durante esta reunião esteve ainda a participação
dos farmacêuticos da distribuição em novos projetos de Saúde Pública, o
reconhecimento dos distribuidores farmacêuticos enquanto infraestrutura crítica
e entidades prioritárias, a colaboração conjunta setorial no esforço
humanitário à população ucraniana e o impacto do aumento dos custos com
combustíveis no abastecimento de medicamentos.

À chegada à Botelho & Rodrigues, o bastonário, o diretor nacional da OF, Rui Pinto, e o
presidente da ADIFA foram recebidos pelo administrador, Mário Cajada e pela
farmacêutica diretora técnica, Marta Marques, que apresentaram as instalações
da empresa e os principais desafios na gestão de cerca de 15.000 referências de
medicamentos e produtos de saúde.

O representante dos farmacêuticos destacou também as exigências
regulamentares e a complexidade da atividade farmacêutica no setor da
distribuição, “uma área de conhecimento em permanente desenvolvimento, de
elevada complexidade e que está a iniciar um percurso de especialização, à
semelhança de outras áreas de intervenção da profissão farmacêutica”.

Helder Mota Filipe abordou ainda o papel da distribuição na manutenção
da reserva estratégica de medicamentos. “Alguns produtos devem ser apenas utilizados
em situações de catástrofe, mas há um grande conjunto de medicamentos que devem
integrar esta reserva estratégica que são utilizados todos os dias, pelo que não
faz sentido ter enormes quantidades de medicamentos fechadas num armazém à
espera de perder o prazo de validade”, explicou.

Para o bastonário, a reserva estratégica de produtos com maior
rotatividade deve estar no circuito da distribuição, que poderá aumentar o stock
e escoar produtos, garantindo que os prazos de validade não são ultrapassados, “tal
como acontece nas reservas estratégicas modernas”, sublinhou.

O representante dos farmacêuticos deu ainda nota da disponibilidade
do setor da distribuição para participar nas ações de ajuda humanitária à Ucrânia,
materializada na entrega de uma grande quantidade de medicamentos de uso
hospitalar para situações aguda e na gestão logística de medicamentos doados
pelos portugueses nas farmácias.

Link da fonte

Scroll to Top