Email: geral@afp.com.pt Tel: 222 089 160 *

Novo relatório sobre vendas de MNSRM fora das farmácias – Notícias


O INFARMED publicou o relatório de monitorização das vendas de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) fora das farmácias referente ao ano de 2020, que representam quase 20% do mercado total de MNSRM. Atualmente, estão registados 1.377 locais de venda de MNSRM em Portugal, cujas vendas totalizaram quase 60 milhões de euros, mais 1,6% do que no ano anterior, embora com menor número de embalagens comercializadas. O índice de preços praticados nestes locais aumentou 0,4% no ano passado.

De acordo com o relatório do INFARMED, o mercado total de MNSRM em Portugal supera os 325 milhões de euros, correspondente a quase 40 milhões de embalagens de medicamentos. A maioria destes medicamentos são dispensados nas farmácias comunitárias, mas a quota de mercado dos locais de venda MNSRM subiu 1,4% em relação ao ano anterior, representando agora 22% do mercado em volume e 18% em valor.

Os locais de venda de MNSRM registaram menos 187 mil embalagens comercializadas em 2020, mas um aumento de 926 mil euros em valor, com os distritos de Faro, Beja Castelo Branco a apresentarem os preços mais elevados.

O grupo farmacoterapêutico dos analgésicos e antipiréticos é responsável pelo maior volume de vendas (24,9%) e o paracetamol é a substância ativa com mais embalagens comercializadas (17%). Por outro lado, os medicamentos de aplicação tópica (16,1%), entre os quais o diclofenac (18,4%), são os fármacos com maior peso nas vendas dos em termos de valor, representando quase 10 milhões de euros.

O último relatório do INFARMED revela ainda que a cadeia de hipermercados Continente é a entidade com maior nível de vendas, em volume e valor, com quase 50% das vendas em todo o país.

Clique para consultar o relatório do INFARMED

Link da fonte

Scroll to Top