Email: geral@afp.com.pt Tel: 222 089 160 *

Medicamentos e suplementos com iodo disponíveis em Portugal sem efeito na prevenção da absorção de radiações de acidentes nucleares – Notícias


O conflito armado na Ucrânia e as recentes notícias sobre a segurança das centrais nucleares têm gerado receios entre as populações, com aumento da procura de medicamentos com iodo.

Todos os medicamentos comercializados em Portugal que contém iodeto de potássio têm como indicação terapêutica a suplementação de iodo em pessoas com défice de iodo na alimentação, nomeadamente grávidas e lactantes, e têm dosagens muito inferiores às necessárias para a proteção contra as radiações resultantes de acidentes nucleares.

Deste modo, não há atualmente razão para alarme, tal como não se justifica a procura de um medicamento que, além do risco que pode ter, não é útil nem eficaz na proteção contra radiações.

Em face das dúvidas dos utentes e do crescimento das solicitações para aquisição de medicamentos com iodeto de potássio, a Ordem dos Farmacêuticos recomenda que os farmacêuticos comunitários, para além de esclarecerem as populações sobre a utilidade destes produtos, desencorajem a sua aquisição como protetor dos efeitos da radiação, evitando dificuldades de acesso para quem deles necessita na indicação aprovada.

Link da fonte

Scroll to Top