Email: geral@afp.com.pt Tel: 222 089 160 *

Laboratórios clínicos querem estabilidade legislativa – Notícias


A Associação Nacional de Laboratórios Clínicos (ANL) realizou o seu congresso científico nos dias 20 e 21 de maio, em Lisboa, aproveitando a ocasião para manifestar publicamente a sua preocupação sobre a instabilidade legislativa que tem afetado o setor.

A Associação Nacional de Laboratórios Clínicos (ANL) realizou o seu congresso científico nos dias 20 e 21 de maio, em Lisboa, aproveitando a ocasião para manifestar publicamente a sua preocupação sobre a instabilidade legislativa que tem afetado o setor. Medidas como a redução administrativa dos preços praticados pelos laboratórios convencionados ou a internalização das análises cínicas e outros meios complementares de diagnóstico e terapêutica nos hospitais do Estado têm contribuído para o agravamento da situação de algumas unidades que prestam um serviço de proximidade à população.
    
Intervindo na sessão de encerramento, a bastonária da Ordem dos Farmacêuticos recordou também que a elaboração do Manual de Boas Práticas Laboratoriais deve ser da responsabilidade de médicos e farmacêuticos com especialização em Patologia Clínica/Análises Clínicas e que a OF iniciou este ano a atribuição do título de especialista em Genética Humana, tendo já formado 20 especialistas nestas área.

Segundo a OF, a formação que deve ser requerida aos profissionais que exercem nesta área deve promover os mais elevados padrões de qualidade no serviço prestado aos utentes, e não um downgrading para acolher outros profissionais indiferenciados.

Deve também ter como foco a integração entre a informação clínica, os resultados laboratoriais (responsáveis por cerca de 70% das decisões clínicas, embora representando menos de 3% dos custos em saúde) e o acompanhamento ao doente.

Link da fonte

Scroll to Top