Email: geral@afp.com.pt Tel: 222 089 160 *

Governo e farmácias preparam acordo para dispensa de medicamentos para o VIH/sida e novo modelo de remuneração – Notícias


O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, revelou, na abertura do 12º Congresso das Farmácias, que decorre entre hoje e amanhã, no Centro de Congressos de Lisboa, que as negociações entre o Governo e as associações setoriais abrangem a definição de um modelo de remuneração das farmácias por embalagem de medicamento genérico dispensada, num valor que poderá ser superior se for dispensado um dos medicamentos com preço mais baixo de cada grupo homogéneo.

O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, revelou, na abertura do 12º Congresso das Farmácias, que decorre entre hoje e amanhã, no Centro de Congressos de Lisboa, que as negociações entre o Governo e as associações setoriais abrangem a definição de um modelo de remuneração das farmácias por embalagem de medicamento genérico dispensada, num valor que poderá ser superior se for dispensado um dos medicamentos com preço mais baixo de cada grupo homogéneo. Em breve, iniciar-se-á também um projeto-piloto para dispensa em farmácia comunitária de medicamentos destinados ao tratamento do VIH/sida, até agora dispensados exclusivamente em ambiente hospitalar.
    
Intervindo também na abertura do evento, a bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Paula Martins, realçou que a “opção política de iniciar a dispensa de medicamentos para o VIH/sida nas farmácias tem também o mérito de aprofundar a união dos diferentes parceiros na procura de uma solução que cumpra requisitos fundamentais, como a qualidade do serviço, o direito à confidencialidade dos doentes e a liberdade de escolha, por exemplo”.

A dirigente da OF destacou também que “o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Ministério da Saúde, pelo Infarmed, pela OF e pelas associações setoriais constitui um exemplo de cooperação que deve ser seguido em ações futuras” e lembrou o “papel nuclear neste processo, ao certificar as competências dos farmacêuticos para a prestação deste serviço, tal como já acontece na administração de vacinas e medicamentos injetáveis, área em que atribuímos competências farmacêuticas a mais de 4.000 farmacêuticos”.

Clique aqui para ler a intervenção da bastonária da OF na abertura do 12º Congresso das Farmácias.

Acompanhe aqui os desenvolvimentos em torno do Congresso.

Link da fonte

Scroll to Top