Email: geral@afp.com.pt Tel: 222 089 160 *

FIP pede mobilização dos farmacêuticos para mitigar impactos da poluição do ar na saúde – Notícias


A Federação Internacional Farmacêutica (FIP) afirmou, esta semana, que os farmacêuticos deverão ter maior liberdade profissional para contribuir para a melhor gestão das doenças respiratórias nas comunidades. A expansão das funções dos farmacêuticos na mitigação das ameaças à saúde causadas pela poluição do ar está entre as várias ações descritas numa campanha da FIP, para assinalar o Dia Internacional do Ar Limpo para o Céu Azul das Nações Unidas.

A campanha é baseada nas prioridades identificadas pela mesa redonda de especialistas organizada pela FIP em colaboração com o The Clean Breathing Institute (TCBI) no início deste ano. “A poluição do ar é uma das 10 principais ameaças à saúde global, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, com efeitos nocivos que se manifestam em cancro, derrames, alergias, doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC) e asma, entre outras condições graves. A FIP acredita que os farmacêuticos, no coração das comunidades e posicionados de forma única para fazer a triagem e gerir pessoas com sintomas e doenças respiratórias, têm o potencial de causar um grande impacto nos resultados de saúde ”, disse a CEO da FIP, Catherine Duggan.

A “call to action” da FIP recomenda que os serviços farmacêuticos identifiquem e reduzam fatores de risco, como a cessação tabágica, educação sobre higiene nasal e otimização da técnica inalatória para doentes com DPOC ou asma, além de serviços que fazem a triagem de hesitação vacinal e vulnerabilidade social.

“Neste apelo à ação, a FIP deixou claro o seu compromisso em defender a redução da poluição do ar como uma medida de saúde e apoiar os farmacêuticos e as suas organizações nacionais para fornecer melhores serviços de saúde respiratória primária. A nossa profissão deve estar mobilizada para atuar neste importante tema”, acrescentou Catherine Duggan.

Esta semana também é a Semana do Ar Limpo (6 a 10 de setembro) e a FIP convida os farmacêuticos individuais a comprometerem-se com as principais ações descritas na “call to action” da FIP.
Saiba mais sobre a campanha aqui.

Link da fonte

Scroll to Top