Email: geral@afp.com.pt Tel: 222 089 160 *

EAHP distingue trabalho dos Serviços Farmacêuticos do Hospital Garcia de Orta – Notícias


O trabalho intitulado “Dupla Conferência na Preparação de Manipulações Complexas e/ou de Alto Risco”, da autoria dos Serviços Farmacêuticos do Hospital Garcia de Orta (HGO), em Almada, foi considerado pela Associação Europeia de Farmacêuticos Hospitalares (EAHP) como o melhor poster científico apresentado durante o 21º Congresso daquela associação, que decorreu entre 16 e 18 de março, em Viena, Áustria.

O trabalho intitulado “Dupla Conferência na Preparação de Manipulações Complexas e/ou de Alto Risco”, da autoria dos Serviços Farmacêuticos do Hospital Garcia de Orta (HGO), em Almada, foi considerado pela Associação Europeia de Farmacêuticos Hospitalares (EAHP) como o melhor poster científico apresentado durante o 21º Congresso daquela associação, que decorreu entre 16 e 18 de março, em Viena, Áustria. O prémio foi entregue ao diretor dos Serviços Farmacêuticos, Armando Alcobia, presidente da Assembleia Regional do Sul e Regiões Autónomas da Ordem dos Farmacêuticos (OF), pela presidente da EAHP, Joan Peppard, durante a sessão de encerramento do evento.
    
O trabalho descreve o procedimento implementado nos Serviços Farmacêuticos para validação das preparações de manipulações realizadas na câmara de fluxo de ar laminar, no cumprimento das recomendações do Manual de Preparação de Citotóxicos elaborado pelo Conselho do Colégio de Especialidade de Farmácia Hospitalar da OF.

A elaboração deste Manual ficou concluída em 2013, tendo sido consensualizado com o Infarmed e é utilizado pela autoridade reguladora nos processos de auditoria e inspeção às unidades de saúde.

O Manual de Preparação de Citotóxicos recomenda “uma dupla verificação nas etapas críticas do processo de preparação”, que “deve ser efetuada de forma independente por uma segunda pessoa ou por um sistema informatizado”. Esta recomendação não é, contudo, uniformemente cumprida nas várias instituições hospitalares devido a escassez de recursos humanos.

O sistema desenvolvido nos Serviços Farmacêuticos do HGO torna desnecessária a presença física, efetiva e permanente de um segundo elemento nas salas de preparação de misturas estéreis, mantendo a qualidade final do processo.

O sistema consiste na utilização de uns óculos especiais com câmara de alta definição, que permite a gravação das preparações realizadas pelo farmacêutico hospitalar na câmara de fluxo de ar laminar.

Deste modo, a validação pode ser poderá ser feita noutro local dos Serviços Farmacêuticos, fora das salas limpas e consiste na visualização dos pontos críticos marcados e, em caso de dúvida, na visualização total do evento.

Este processo reduz em mais de 75% da carga horária afeta ao segundo elemento para a validação e dispensa a entrada de equipamento estéril nas salas limpas, permitindo o cumprimento das normas do Manual de Preparação de Citotóxicos, com racionalização dos recursos associados.

Link da fonte

Scroll to Top