Email: geral@afp.com.pt Tel: 222 089 160 *

Convenção Nacional da Saúde define prioridades para a próxima legislatura – Notícias


A Convenção Nacional da Saúde (CNS) elaborou um caderno de encargos para a área da Saúde durante a legislatura 2022-2026. A organização que junta os principais parceiros do setor, entre os quais a Ordem dos Farmacêuticos, definiu um conjunto de prioridades de ação para melhorar a qualidade de vida e longevidade dos portugueses, que partilhou com os partidos políticos e que têm como premissas a prevenção, diagnóstico atempado e tratamento com as mais novadoras tecnologias.

O documento produzido pela CNS aborda vários temas estruturantes para o sistema de saúde, alguns dos quais focados também nos programas eleitorais dos vários partidos, como as dificuldades do Serviço Nacional de Saúde (SNS), as consequências da pandemia nos doentes COVID e não-COVID,  as listas de espera para consulta e cirurgia, o acesso aos cuidados de saúde primários, ao médico de família, à inovação terapêutica e dispensa de medicamentos em proximidade, mas também questões relacionadas com a transição digital dos serviços de saúde e a articulação entre os setores públicos, privado e social

As preocupações dos parceiros sociais da área da Saúde ficam são sistematizadas em oito grandes grupos: centralidade no cidadão; prevenção da doença e a promoção da saúde; recuperação das listas de espera; acesso à inovação terapêutica e às tecnologias de saúde; articulação entre os diversos agentes do sistema de saúde; o reforço efetivo do investimento público na Saúde, aproximando-o do valor médio dos países da União Europeia; aposta na transição digital e criação de uma entidade independente para avaliação do combate à pandemia.

Link da fonte

Scroll to Top