Email: geral@afp.com.pt Tel: 222 089 160 *

Bastonários são as Figuras do Ano – Notícias


A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Paula Martins, e o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, foram eleitos Figura do Ano da 26.ª edição dos Prémio Almofariz, uma iniciativa da revista Farmácia Distribuição. A “Operação Luz Verde” foi o Projeto do Ano e os prémios para a Farmácia do Ano e Farmácia Hospitalar do ano foram para todas as farmácias comunitárias e serviços farmacêuticos hospitalares, por todo o trabalho desenvolvimento ao longo dos últimos meses de pandemia.

A 26.ª edição dos Prémios Almofariz decorreu, ontem, no Casino de Estoril, condicionada pela pandemia de covid-19, que obrigou à redução do número de convidados, ao cumprimento das regras de distanciamento físico e ao uso de máscara, e motivou, pela primeira vez, a transmissão em direto através da Internet.

Ana Paula Martins, bastonária da OF, e Miguel Guimarães, bastonário da OM receberam o Prémio Almofariz para a Figura do Ano. A representante dos farmacêuticos, que foi distinguida pela segunda vez com o galardão Figura do Ano, sublinhou que os portugueses têm “aprendido a navegar com todos os ventos” e alertou que “ainda estamos longe de ter um País que garanta saúde para todos”. Ana Paula Martins referiu-se também ao seu homólogo da OM, revelando que “tem sido uma grande inspiração trabalhar com Miguel Guimarães”.

Para o bastonário da OM, receber o Almofariz é “uma motivação para quem luta todos os dias pelos doentes”, dedicando o prémio a “todos os profissionais de saúde”. Miguel Guimarães aproveitou ainda a ocasião para enaltecer o trabalho das farmácias durante a pandemia, salientando que “foram quem esteve melhor até agora”.

A “Operação Luz Verde”, que possibilitou a entrega de medicamentos hospitalares num regime de proximidade durante a pandemia de covid-19, foi considerada o Projeto do Ano. A iniciativa teve o apoio institucional da OF e OM, garantindo uma resposta articulada entre farmacêuticos, médicos e administradores hospitalares e hospitais, distribuidores farmacêuticos e farmácias comunitárias, para assegurar a dispensa, em farmácia comunitária ou no domicílio, dos medicamentos cedidos em contexto de ambulatório hospitalar.

Subiram ao palco receber este prémio Sofia Boavida, da Associação Nacional das Farmácias (ANF), Carolina Mosca, presidente do Conselho do Colégio de Especialidade de Farmácia Comunitária (CCEFC-OF), João Rijo, do Colégio de Especialidade de Farmácia Hospitalar (CCEFH-OF), Maria Manuela Pacheco, presidente da Associação de Farmácias de Portugal (AFP), António Leão, vice-Presidente da Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica (APIFARMA), Nuno Cardoso, presidente da Associação de Distribuidores Farmacêuticos (ADIFA) e Alexandre V. Lourenço, da OM.

Na categoria de Farmácia do Ano, o júri do prémio decidiu distinguir todas as farmácias comunitárias do País pelo trabalho desenvolvido nos últimos meses. O Almofariz foi entregue à presidente do CCEFC-OF, que salientou que a distinção “reflete o empenho e a dedicação das farmácias”. Isabel Cortez, vice-presidente AFP, sublinhou que, “apesar das dificuldades e dos constrangimentos, as farmácias estiveram na linha da frente desde a primeira hora”, enquanto o presidente da ANF, Paulo Claro Duarte, presidente da ANF, que destacou que os “farmacêuticos mostraram a fibra de que são feitos nos últimos meses”.

Também o Prémio Almofariz para Farmácia Hospitalar do Ano foi atribuído a todos os Serviços Farmacêuticos Hospitalares do País, pelo trabalho desenvolvido durante este período de pandemia. Receberam o prémio Ana Margarida Freitas, vice-presidente da Associação Portuguesa de Farmacêuticos Hospitalares (APFH), que sublinhou que “foi um ano difícil para todos nós, em que tivemos de ser muito resilientes e profissionais, mas nunca desistimos”; e João Rijo, do CCEFH-OF, realçou que o Almofariz “valoriza o nosso esforço e dedicação”.

Nota ainda para os prémios votados pelas farmácias. O prémio para o Produto do Ano foi para o Advancis Vitamina C + Equinácea Comprimidos, da Farmodiética; o galardão Produto de Dermocosmética do Ano foi atribuído ao Bioderma Atoderm Intensive Baume, da NAOS Portugal;  quanto ao Medicamento Não Sujeito a Receita Médica (MNSRM) do Ano, o vencedor foi o Daflon 1000, da Servier Portugal; e, por fim, o prémio Laboratório do Ano foi para a Perrigo.

Link da fonte

Scroll to Top