Email: geral@afp.com.pt Tel: 222 089 160 *

Antigas instalações da farmácia privada aproveitadas para o ambulatório hospitalar – Notícias


A convite do presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN), Carlos Martins, a bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF), Ana Paula Martins, deslocou-se no dia 12 de julho ao Hospital de Santa Maria (HSM) para visitar os Serviços Farmacêuticos hospitalares.

A convite do presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN), Carlos Martins, a bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF), Ana Paula Martins, deslocou-se no dia 12 de julho ao Hospital de Santa Maria (HSM) para visitar os Serviços Farmacêuticos hospitalares. Após uma reunião com o Conselho de Administração, a bastonária percorreu os diferentes departamentos da farmácia, tendo-lhe sido apresentadas as novas instalações da farmácia de ambulatório, situadas no local onde outrora esteve instalada a farmácia privada do HSM.
    
Carlos Martins, presidente do CHLN, fez-se acompanhar nesta reunião pela administradora Rute Reis, que detém o pelouro da Farmácia, pela diretora clínica, Margarida Lucas, pela presidente da Comissão de Farmácia e Terapêutica, Maria de Jesus Morgado, e pela diretora do Serviço de Gestão Técnico-Farmacêutica, Maria Piedade Ferreira.

Estes responsáveis apresentaram alguns indicadores da atividade do CHLN e do HSM, em especial, tendo depois conduzido a bastonária e a presidente da Secção Regional do Sul e Regiões Autónomas da OF, Ema Paulino, numa visita pelos Serviços Farmacêuticos, durante a qual as dirigentes da OF contactaram com os vários colegas farmacêuticos que integram o quadro de pessoal da farmácia e inteirando-se das suas responsabilidades nos diferentes departamentos.

Neste âmbito, a bastonária reiterou junto do Conselho de Administração a posição que a OF tem vindo a assumir em defesa da criação da Carreira Farmacêutica no SNS, sublinhando a sua importância para a valorização e desenvolvimento profissional de todos farmacêuticos com vínculo contratual à Administração Pública.

Ana Paula Martins realçou também durante esta iniciativa que o enquadramento dos farmacêuticos numa carreira autónoma e diferenciada deve ter associado um regime de internato que permita a formação de novos profissionais e a renovação do quadro farmacêutico no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

A visita ao HSM ficou também marcada por uma passagem pelas novas instalações da farmácia de ambulatório, que vieram ocupar o espaço onde até há três anos esteve instalada uma farmácia privada, com a qual o hospital entrou em litígio por uma dívida de cerca de 7,5 milhões de euros relacionada com a falta de pagamento das rendas previstas no contrato de concessão.

A nova farmácia de ambulatório hospitalar disponibiliza melhores condições de atendimento aos cerca de 400 doentes que diariamente se deslocam ao hospital para levantar a sua medicação, permitindo também um contacto mais próximo e a prestação de um serviço mais personalizado junto dos utentes, além de oferecer melhores condições de trabalho para os profissionais farmacêuticos.

No final da visita, a bastonária saudou esta iniciativa do Conselho de Administração, ao proporcionar melhores condições de trabalho para os seus profissionais e melhores condições de atendimento aos seus utentes.

Para Ana Paula Martins, a inauguração deste novo espaço constitui mais uma demonstração de que o modelo de instalação de farmácias privadas nos hospitais não resultou. “Se as farmácias comunitárias vivem grandes dificuldades, obviamente antecipámos também que essas unidades não teriam viabilidade”, acrescentou.

Para a bastonária, “este hospital dispõe de Serviços Farmacêuticos de referência, inovadores e pioneiros, e a requalificação deste espaço é disso mesmo exemplo. Estas instalações permitem uma maior comodidade, segurança e humanidade na relação com os utentes e asseguram a confidencialidade aos utentes que vêm buscar a sua medicação ao hospital”, disse a bastonária.

Link da fonte

Scroll to Top