Email: geral@afp.com.pt Tel: 222 089 160 *

Acesso à Carreira Farmacêutica deve reconhecer tempo de trabalho dos farmacêuticos no SRS – Notícias


A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF), Ana Paula Martins, esteve reunida esta sexta-feira com o secretário Regional de Saúde e Proteção Civil, Pedro Ramos, num encontro em que foi analisada a implementação da Carreira Farmacêutica na Região Autónoma da Madeira. Tal como fizeram na semana anterior, na Região Autónoma dos Açores, os representantes dos farmacêuticos sensibilizaram o Governo Regional para a lacuna legislativa que impede o reconhecimento do trabalho desenvolvido pelos farmacêuticos nas unidades do Serviço Regional de Saúde (SRS) para efeitos de equiparação à residência farmacêutica e acesso à carreira farmacêutica no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

A reunião decorreu na sede da Secretaria Regional da Saúde e Proteção Civil, no Funchal, e contou com a participação dos membros dos órgãos sociais da OF, Helena Farinha, vogal da Direção Nacional, e Tiago Magro, presidente da Delegação Regional da Madeira.

 

O encontro teve como tema central o processo de implementação da Carreira Farmacêutica no SRS, hoje perfeitamente instituída naquela região autónoma, mas com o mesmo problema que se verifica na Região Autónoma dos Açores, que impede o reconhecimento do tempo de trabalho dos farmacêuticos das unidades de saúde do SRS para equiparação à residência farmacêutica nacional.

 

Tal como o seu homólogo nos Açores, o secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, manifestou a solidariedade do Governo Regional com esta reivindicação dos farmacêuticos madeirenses, reconhecendo a injustiça face ao não reconhecimento do exercício profissional farmacêutico nas unidades do SRS para acesso à Carreira Farmacêutica, assumindo o compromisso de intervir junto do Ministério da Saúde e Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) no sentido da correção desta discriminação e consequente concretização do reconhecimento dos profissionais do SRS.

 

Durante esta reunião foi ainda realçada a intervenção dos farmacêuticos na luta contra a pandemia de COVID-19 na Madeira, tendo o Governo Regional destacado o importante contributo das farmácias comunitárias e laboratórios de analises clínicas para o aumento da capacidade de testagem e controlo da infeção pelo SARS-CoV-2.

 

No final deste seu segundo mandato como representantes dos farmacêuticos, Ana Paula Martins recordou ainda o vasto trabalho desenvolvido com o Governo Regional nos últimos anos, seja no âmbito da pandemia de COVID-19, mas também no desenvolvimento da Via Verde do Medicamento ou da Unidade de Farmacovigilância da Região Autónoma da Madeira.

Link da fonte

Scroll to Top