AFP
Damos valor à sua farmácia.

Notícias

17 Jan

AFP defende revisão do preço de medicamentos

Em entrevista ao semanário NOVO, publicada no passado sábado, sobre as atuais ruturas pontuais de medicamentos nas farmácias comunitárias, a Associação de Farmácias de Portugal lembrou que "Portugal é um dos países da União Europeia onde os preços dos medicamentos são mais baixos, o que também contribui para as situações de rutura de fármacos no nosso país”. Neste sentido, a AFP defende que é “essencial a revisão do preço dos medicamentos em linha com a inflação, incentivando a comercialização de alguns medicamentos que foram alvo de sucessivas reduções de preços e garantindo o normal abastecimento e o acesso por parte dos utentes. Também os medicamentos inovadores, normalmente mais caros, são ainda assim mais baratos do que na maioria dos restantes países da União Europeia, o que pode conduzir a que o nosso mercado não seja tão atrativo". 

Por outro lado, a AFP defende a alteração das políticas de saúde no que respeita à sua comparticipação. “Garantindo a, equidade no acesso ao medicamento por parte de todos os utentes, a AFP considera mesmo que para alguns medicamentos poderão existir diferentes escalões de comparticipação em função da patologia a que se destinam”, refere a este propósito a associação.

 Leia a noticia na integra aqui