AFP
Damos valor à sua farmácia.

Notícias

05 Jul

Agulhão recolhe mais de 300 mil seringas usadas

O projeto inovador “Seringas Só No Agulhão”, criado em 2019 pela Associação de Farmácias de Portugal, já recolheu gratuitamente mais de 300 mil seringas e agulhas usadas.

O projeto, realizado em parceria com a empresa especializada na gestão de resíduos hospitalares, Stericycle, consiste na instalação de um contentor - o Agulhão - nas farmácias onde todos os cidadãos poderão colocar as suas seringas usadas. 

A iniciativa foi criada com o objetivo de encontrar uma resposta para a falta de soluções seguras e ecológicas de recolha das seringas usadas pelos doentes diabéticos, bem como de todos os doentes que necessitam de medicamentos injetáveis. 

Recorde-se que até agora as farmácias faziam a recolha das seringas apenas no âmbito do PTS (Programa de Troca de Seringas) – um programa especialmente dirigido às Pessoas que Utilizam Drogas Injetáveis (PUDI). No caso do PTS, as farmácias recolhem as seringas usadas (que depois são destruídas) e, em troca, devolvem aos cidadãos material esterilizado.

“Tivemos conhecimento das preocupações de alguns doentes diabéticos que se deparam com a inexistência de um sistema de recolha de seringas usadas. Sabemos que estes doentes têm muitas vezes de colocar as seringas dentro de garrafas de plástico que depois depositam no lixo comum. Este não é de todo o destino mais adequado para este tipo de resíduos”, explica a Presidente da AFP, Manuela Pacheco. “Neste sentido, a AFP considera ser absolutamente fundamental a criação de soluções nas farmácias que permitam aos utilizadores de medicamentos injetáveis entregarem as suas seringas usadas”, adiantou a responsável.

No mesmo sentido, Rui Bastos, Country Manager da Stericycle em Portugal afirmou que “a Stericycle, enquanto líder mundial na gestão de resíduos hospitalares, associou-se a esta iniciativa que promove a segurança e a saúde pública, o que se enquadrada na nossa política de responsabilidade social e ambiental”.