AFP
Damos valor à sua farmácia.

Notícias

20 Out

Inquérito Deco: portugueses querem mais serviços nas farmácias

Os farmacêuticos são os primeiros profissionais consultados pelos portugueses em caso de situações de doença ligeira (como por exemplo alergias, sintomas gripais, dores nas costas, pernas e articulações). Estes dados são resultado de um inquérito realizado pela Deco, entre março e abril de 2021, a 1515 pessoas entre os 25 e os 74 anos.

De acordo com as conclusões do inquérito, os consumidores demonstram estar globalmente muito satisfeitos com a farmácia que visitam com mais frequência. A grande maioria dos inquiridos (85%) gostaria que as farmácias tivessem um papel mais ativo no seguimento da sua saúde e 66% defendem que, em certos casos, o farmacêutico deveria ter autorização para dispensar medicamentos sujeitos a receita médica sem a respetiva prescrição.

Entre os serviços mais valorizados pelos entrevistados estão as entregas de emergência ao domicílio, a renovação automática de medicamentos sujeitos a receita durante um período definido pelo médico e as encomendas por telefone. De salientar que mais de um terço dos inquiridos estaria disposto a pagar por alguns serviços, como por exemplo a vacinação ao domicílio.