AFP
Damos valor à sua farmácia.

Notícias

13 Abr

São as mulheres com maior escolaridade que mais fumam

Independentemente do sexo, são os desempregados e os divorciados que apresentam maiores consumos de tabaco. Apesar das campanhas informativas sobre os malefícios de fumar, em 27 anos não se registaram alterações relevantes na prevalência global.

O perfil das mulheres e dos homens fumadores é muito diferente. Neles, o consumo verifica-se sobretudo nos grupos menos escolarizados, nelas é o contrário. Esta é uma das conclusões do trabalho Características Sociodemográficas dos Fumadores em Portugal, desenvolvido por investigadores do Instituto Nacional Dr. Ricardo Jorge (Insa). A análise retrospectiva aos cinco Inquéritos Nacionais de Saúde (1987 a 2014) é divulgada nesta sexta-feira.

O documento nota que a diferença detectada terá tendência a esbater-se à medida que os consumos se democratizem entre as mulheres com menos escolarização.

Ler na íntegra aqui

Fonte: Público