AFP
Damos valor à sua farmácia.

Notícias

12 Fev

Portugueses descobrem molécula que faz as células recuarem no tempo

Equipa do Instituto de Medicina Molecular, em Lisboa, descobriu uma molécula que ajuda a reverter células adultas – e velhas – em células com a enorme plasticidade das embrionárias. Por que é isto importante? Porque é muito difícil fazê-lo em células envelhecidas. A regeneração de tecidos doentes ficou agora um pouco mais facilitada.

Uma equipa de investigadores portugueses, do Instituto de Medicina Molecular (IMM) João Lobo Antunes, em Lisboa, descobriu que a manipulação de uma determinada molécula de ARN (ácido ribonucleico) é essencial para levar as células a andar para trás no tempo – passando de adultas, já especializadas e diferenciadas como as da pele, do coração ou do cérebro, para células semelhantes às dos embriões, com a extraordinária capacidade de se tornarem qualquer tecido do corpo.

Entremos pois numa máquina do tempo biológica. Do que se está aqui a falar é mesmo disso, da possibilidade de regressar a um passado distante das células, quando estavam numa fase inicial de desenvolvimento embrionário. Os resultados desta reprogramação de células adultas – mais: e já envelhecidas – em células com características das células estaminais dos embriões foram agora publicados pela equipa portuguesa na revista científica Nature Communications.

Ler na íntegra aqui

Fonte: Público