AFP
Damos valor à sua farmácia.

Notícias

13 Nov

Calmantes. 1,9 milhões de portugueses compraram em 2016

Em 2016, um quinto dos portugueses adquiriu pelo menos uma embalagem de calmantes e 800 mil tomaram-nos diariamente. Arranca agora uma campanha de sensibilização sobre o sobreuso destes remédios.

O uso continuado de calmantes “tem mais risco do que benefício para a saúde” e “a eficácia a longo prazo” do consumo de benzodiazepinas e “não está demonstrada”, sendo que criam dependência com facilidade. Ainda assim, e apesar de há muitos anos os especialistas apontarem para os riscos do consumo destes medicamentos, em 2016, 1,9 milhões de utentes portugueses adquiriram pelo menos uma embalagem de medicamentos destinados sobretudo ao tratamento das perturbações de ansiedade e insónia e 800 mil tomaram-nos diariamente.

No âmbito da campanha nacional de sensibilização para a sobreutilização das benzodiazepinas em Portugal que é lançada esta segunda-feira, a Coordenação Nacional da Estratégia do Medicamento e dos Produtos de Saúde elaborou um documento para os profissionais de saúde, a que o Observador teve acesso, para que estes reconheçam que a utilização deste medicamentos tem riscos associados, para perceberem também que têm de monitorizar a suspensão da utilização destes medicamento e conhecer as alternativas.

Continuar a ler

Fonte Observador